CSPM manifesta apoio à greve geral contra a Reforma da Previdência

Antes mesmo da chegada do projeto ao Congresso Nacional, a CSPM Advogados Associados vinha analisando com profundidade as medidas que fazem parte da Reforma da Previdência. Desde então, publicamos artigos, notícias, participamos e realizamos eventos para apresentarmos nossas análises e esclarecer os trabalhadores e trabalhadoras sobre as graves consequências que a população brasileira irá sofrer caso o texto seja aprovado pelos parlamentares.

No nosso site www.cspm.adv.br há um espaço específico com todo conteúdo que produzimos sobre a reforma.

A mobilização contra a proposta do Governo volta às ruas nesta sexta-feira, dia 14, e a CSPM manifesta total apoio à Greve Geral. Nossos advogados irão acompanhar os desdobramentos das manifestações e manter o assessoramento jurídico aos sindicatos e entidades que atendemos. Os funcionários do escritório também poderão aderir livremente ao movimento.

A greve é direito fundamental dos trabalhadores. O artigo 9º da Constituição Federal dispõe que é assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender. De acordo com o comando da Constituição Federal, o exercício do direito de greve deve ser assegurado pelo Poder Judiciário. A greve é um dos únicos mecanismos que podem ser utilizados pela classe trabalhadora para se contrapor aos graves retrocessos representados pelas reformas trabalhista e da previdência, devendo, também por esse motivo, ser valorizada e respeitada.

Comments are closed.