Acidentes e doenças do trabalho não podem ficar às sombras

*texto escrito pelo advogado da CSPM Guilherme Pacheco Monteiro

O dia 28 de Abril é marcado como o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidente e Doenças do Trabalho.

A data é importante para lembrar que no Brasil, especialmente, ainda se está muito longe de um trabalho seguro. A exploração da mão de obra sem escrúpulos deixa para trás um verdadeiro exército de mutilados e inválidos.

O problema é agravado, em grande parte, pela subnotificação. Isto é, muitos dos acidentes ou doenças do trabalho sequer chegam a ser noticiados às autoridades.

Um estudo recente demonstrou que quase 72% (setenta e dois por cento) das mortes no trabalho não são comunicadas. A falta de informações mais precisas impede que seja feito um trabalho mais veemente de fiscalização e combate destas ocorrências.

Por isso, é bom lembrar que qualquer pessoa pode emitir uma CAT (Comunicação de Acidente do Trabalho): o próprio trabalhador, seus dependentes, o médico que assistiu o trabalhador acidentado, o sindicato ou qualquer autoridade pública. O importante é não deixar que estas ocorrências passem despercebidas.

 

 

Comments are closed.