Em Buenos Aires, CSPM participa de debate sobre reformas trabalhistas na América Latina

As discussões sobre alterações nas leis trabalhistas e previdenciárias não é uma exclusividade brasileira. Atualmente, o Governo da Argentina debate propostas semelhantes ao que foi aprovado aqui, enquanto o Uruguai, com base nos tratados previstos no Mercosul, pediu explicações ao Brasil por considerar que as reformas podem afetar a concorrência comercial entre os países do bloco.

Neste contexto, Buenos Aires recebeu o VII Congresso Latino-americano de Direito Material e Processual do Trabalho, que reuniu acadêmicos e advogados especializados de toda a América Latina. O tema central do encontro foi as “Reformas Trabalhistas no Século XXI”. A CSPM Advogados Associados esteve representada pelos advogados Guilherme Pacheco Monteiro e Pedro Henrique Koeche Cunha.

Além de palestrantes argentinos, brasileiros e uruguaios, o evento contou também com especialistas da Colômbia, Chile, Peru, entre outros países. “É fundamental discutir com colegas da América Latina formas de enfrentamento dessas reformas laborais, que não estão acontecendo apenas no Brasil. A organização sindical, por exemplo, é outra questão chave para superar os entraves impostos por essas medidas”, ressaltou Pedro.

Os dois dias de Congresso ocorreram na Faculdade de Direito da Universidade de Buenos Aires.

Comments are closed.